Cadastre-se

Olimpíadas e Copa do Mundo – prováveis temas para redação

Por Vânia Maria do Nascimento Duarte
 


Olimpíadas e Copa do Mundo são prováveis temas para as redações cobradas em vestibulares

Dentre as tarefas que lhe serão incumbidas no dia do exame, caro (a) vestibulando (a), há aquela que impreterivelmente acontecerá – a redação. Diante de tal fato, alguns questionamentos tendem a se manifestar, tais como: quais temas serão abordados? Qual a modalidade textual a ser requisitada? Haverá uma coletânea no sentido de fundamentar a argumentação necessária? Terei argumentos suficientes para explorar o assunto de forma precisa?

Como se pode notar, eis que estamos diante de um procedimento o qual exige de nós certa preparação. Preparação esta intrinsecamente relacionada a dois aspectos básicos: o conhecimento linguístico e o conhecimento de mundo. Em se tratando do primeiro, devemos levar em consideração que ao fazermos uso da língua com fins de comunicação, esta se encontra submetida a um conjunto de regras – fato que a faz pertencer à norma culta, à modalidade padrão, “concedida” de forma unânime a todo e qualquer usuário. Estamos falando, de forma indubitável, sobre os pressupostos preconizados pela gramática.

O outro aspecto, igualmente importante, diz respeito ao conhecimento indispensável a todos nós – o conhecimento acerca dos fatos que norteiam a sociedade da qual fazemos parte. Trocando por outras palavras, como vamos discutir um assunto sem conhecê-lo? Tal necessidade nos remete a outra questão: o fato de que, tradicionalmente, a modalidade exigida na maioria dos exames é a dissertação. Ela, por sua vez, permitirá que você se posicione frente a um determinado assunto, de forma a discuti-lo com compromisso e seriedade, e suas opiniões tender-se-ão a aceitá-lo ou refutá-lo. E se se trata de tal modalidade, os temas que provavelmente serão cobrados dizem respeito a fatos atuais, sobretudo polêmicos, uma vez que a intenção da banca organizadora é realmente checar se você se mostra como alguém informado e capaz de assumir um posicionamento crítico frente à realidade que o (a) cerca. 

Mas como agir assim, se muitas vezes não nos sentimos preparados para tal? Daí a importância de se adotar algumas atitudes imprescindíveis rumo a esse intento, tais como: desenvolver o hábito da leitura de jornais, revistas, artigos veiculados no meio eletrônico, redigir constantemente redações baseadas nessa modalidade, entregando-as a pessoas capacitadas para corrigi-las... enfim, estar em constante familiaridade com as ideias alheias, uma vez que elas representarão o sustentáculo mediante os propósitos a serem alcançados. 

E por se tratar dessa questão temática (dada a realidade de temas atuais), pensamos na possibilidade de dois marcantes acontecimentos: a Copa do Mundo e as Olimpíadas – eventos estes que ocorrerão em solo brasileiro. Dessa forma, ao elencar seus argumentos acerca de tais assuntos, é importante conhecer tanto os aspectos positivos quanto os negativos. Assim sendo, como você terá de assumir uma postura adequada, torna-se recomendável que não seja aquela na qual você se mostre “em cima do muro”. Contra ou a favor, mostre-se como uma pessoa firme e capaz de convencer seu interlocutor acerca de suas opiniões, fazendo-o acreditar que realmente suas ideias estão calcadas em fundamentos plausíveis.

Em meio a esse ínterim, torna-se relevante destacar que sua dissertação terá uma introdução, um desenvolvimento e uma conclusão. Assim, essa força argumentativa, esse poder de convencimento, se manifestará, sobretudo, no desenvolvimento, o qual permitirá que seus argumentos sejam revelados de forma mais detalhada. Lembra-se de quando falamos sobre a importância de fundamentos concretos? Sim, tudo que irá dizer precisa estar baseado em fontes seguras, concretas, reais. Para tanto, o emissor pode se valer de vários instrumentos que visem à persuasão, entre eles: dados ou fatos que podem ser comprovados, pronunciamentos de pessoas renomadas, comparações, analogias, raciocínios constituídos de causa e/ou consequência, verdades inquestionáveis, entre muitos outros. 

Partindo, pois, para os pontos negativos e positivos que você poderá abordar, eis que elencamos alguns deles, a começar pelos contras:

* O valor estimado, no que tange aos investimentos aplicados às Olimpíadas, será em torno de R$ 25,9 bilhões... valor este que poderia ser destinado ao suprimento de algumas necessidades básicas que o país atualmente necessita, tais como: saúde, educação, segurança, entre outras;

* Elementos que se referem à infraestrutura, como o é caso de aeroportos, transporte público, rodovias, entre outros, tendem a se manifestar como uma significativa problemática. A rede hoteleira... estará ela preparada para atender a todas as demandas?

* Ambos os eventos, os quais aumentarão o contingente turístico, não desencadearão o aumento da criminalidade? A segurança estará preparada, de modo a contornar possíveis contratempos? Enfim, ficam esses e mais alguns pontos, aqui não elencados, com fins de reflexão.

Quanto aos aspectos positivos:

* Geração de empregos;

* Ampliação da Receita;

* Aprimoramento cultural, dada a necessidade de se investir em cursos que capacitem a aquisição de outras línguas, além da materna.

* Mediante o crescimento originário desses investimentos de toda ordem, a divulgação do Brasil no exterior será fator inevitável.

Agora que estamos bem informados sobre os aspectos que tendem a incidir na produção textual, torna-se importante ressaltar as palavras ditas por outrem, as quais nos revelam que “os temas importam pouco; é a maneira por que são tratados que merece consideração”.   

Êxito é o que desejamos a você nesta empreitada!!!









Receber respostas por email


  • quinta-feira | 05/06/2014 | Scarlet Rodrigues

    Gostei... mas, poderia ter falado mais sobre o assunto.

  • domingo | 01/06/2014 | Paulo Henrique

    Bom texto.

  • terça-feira | 13/05/2014 | Josy Freitas

    Gostei.

  • domingo | 01/06/2014 | francielly
    0 0

    A TA

Brasil Escola nas Redes Sociais