Cadastre-se

Você é a favor do sistema de cotas nas universidades públicas? Por quê?

Deixe sua opinião sobre este tema







  • segunda-feira | 01/09/2014 | Bruno Renan Brondane

    Todos nós sabemos que as cotas não seriam necessárias se o Brasil fosse um país mais equitativo. Todos argumentam da mesma forma "Ao invez de dar cotas, melhorem a educação." Isso é evidente, porém, essa melhora nunca ocorre e é necessário que se implante uma medida imediata, que corrija toda essa desigualdade, é pra isso que servem as cotas. Na tentativa de tentar corrigir a desigualdade, promovem-a mais ainda, através do racismo !

  • sábado | 26/07/2014 | Ruan

    Contra. Exemplo: Meu amigo é negro, eu branco, estudamos juntos toda a vida em escola pública e vamos cursar a mesma coisa na universidade. Por que ele vai ter mais chances de entrar do que eu? Eu sou menos 'especial' do que ele pela minha cor? Eu sou mais inteligente que ele porque sou branco?

  • sexta-feira | 11/07/2014 | MARTINIANO KONOPK...

    Não. Se existem cotas para negros, pardos, índios ou deficientes, é porque existe preconceito e racismo, que contraria a Constituição Brasileira, conforme abaixo: CONSTITUIÇÃO DE 1988: Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, ..., a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos... Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: XLII - a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei;

  • domingo | 07/09/2014 | edirley

    Isso pode ser revoltante mas esse é o nosso Brasil cheio de racismo

  • segunda-feira | 07/07/2014 | hamanda

    Não. O sistema de cotas raciais não beneficia apenas negros, mas pardos e índios. Há ainda as chamadas cotas sociais, para alunos vindos de escolas públicas e deficientes físicos, e cotas mistas, para estudantes negros que estudaram na rede pública de ensino, por exemplo. O problema é que, em uma sociedade mestiça como a brasileira, há o risco de distorções no processo de seleção. Vejo que a ação afirmativa tem muitas falhas. Os negros por exemplo nunca foram impedidos de frequentar universidades brasileiras por uma questão racial, mas por motivos socioeconômicos. Por esta razão, ?as cotas deveriam privilegiar alunos pobres, sejam eles brancos, pardos ou negros. O critério de diferenciação deveria ser a renda, não a raça?. No contexto atual, alguns candidatos optam pelo sistema de cotas

  • terça-feira | 10/06/2014 | Sônia

    Não. Acredito que o sistema de cotas é um racismo fatasiado de boa intenção. Ninguém é mais ou menos capaz pela cor de sua pele, cabelo, olhos, etc. A deficiência do Brasil hoje não é racial é social, não importa se o individuo seja negro, branco ou amarelo, quem depende da escola pública sempre concorrerá em situação menos favorecida se comparado a pessoas com condições para bancar uma educação privada de maior qualidade.

  • segunda-feira | 02/06/2014 | Acassio Claudio S...

    o sistema de cotas para negros se justifica diante da constatação de que a universidade brasileira abriga em sua maioria esmagadora pessoas de cor branca, de modo a valorizar apenas o pensamento de um segmento étnico na construção das soluções para os problemas atuais de nossa sociedade. O negro não tem oportunidades comuns às do branco e isso faz com que ele não tenha acesso à boa educação, ocupando, em sua maioria, posições subalternas, sem a chance de ter um cargo de prestígio social

  • quinta-feira | 04/09/2014 | Julio

    Respeito tua opinião Acassio, mas discordo por todos os motivos ja citados anteriormente nos outros comentários. Faço aqui uma pergunta: A cor da pele é uma diferença importante pra ti??? Faço essa pergunta simples, pois quando alguém acha que a diferença entre 2 pessoas com a mesma formação, mesmas oportunidades sociais e culturais, esta na cor da sua pele, esse é um exemplo incrível de diferenciação de raças"...você está nos dizendo que o negro tem menos condições que o branco...lamentável!

  • quarta-feira | 21/05/2014 | Nataniel

    NAO ENTENDI NADA

  • sábado | 20/09/2014 | banana

    NAO ENTENDI NADA²

  • domingo | 18/05/2014 | Vanessa

    O sistema de cotas é totalmente incoerente. A sua cor não lhe fara superior a ninguém, embaixo da camada de melanina a mais, ou a menos, que há a sua pele, todos somos constituídos pelos mesmos tipos de materiais e células, o que faz de todos nós humanos, e aí é questão de buscar conhecimento ou não, já parou pra observar outros animais, por exemplo, os cachorros, são todos iguais independente da cor ou da raça, mas conforme são treinados, desenvolvem ou não maiores habilidades, então a solução não é segregar "negros" e "brancos", e sim oferecer uma educação igualitária e de qualidade à todos, pois essa política de cotas é racista, pois infere que a maior melanina na pele de indivíduo o deixa menos capaz.

  • quarta-feira | 14/05/2014 | FERNANDO EUCLIDES

    Nao porque todos somos iguais e independente de cor ou raça todos temos que ser tratado com igualdade e com respeito.

  • terça-feira | 30/09/2014 | gustavo

    fala isso pra quem chama as outras pessoas de macaco

  • sábado | 26/04/2014 | Anderson Pereira

    Se o governo investisse e se importasse mesmo com o ensino básico não seriam necessárias cotas.

  • terça-feira | 22/04/2014 | Roberta Cipriano

    Totalmente contra! Nao sou racista nem nada do tipo , mesmo porque meu melhor amigo é negro, e minha avo também!. Porem nasci muito branca e com os cabelos claros; essa cota é um método ridículo de querer dizer que o negro é "ignorante" ou seja que ele é menos inteligente que uma pessoa branca!. Pelo contrario, todos temos um cérebro e capacidade de aprender, se esforçar e etc. Enfim é ridículo a cota para os negros pois a cor nao difere no conhecimento de ninguém. Particularmente se eu fosse negra nao usaria essa cota, porque eu sei que tenho capacidade suficiente pra passar pelo meu conhecimento e não por cotas. Só lembrando ninguém tem culpa de ter nascido com mais melanina ou menos melanina do que outra pessoa , fica a dica ;).

  • segunda-feira | 14/04/2014 | Chistiano Reges E...

    Eu pessoalmente sou a favor do sistema de cotas dando oportunidade aos menos privilegiado que não puderam pagar uma escola particular e os que são contra estão com dor de cotovelo por ver suas chances ficarem cada vez mais difícil e outra se tiver achando ruim faz as particulares pois se dão conta de pagar por escolas caras concerteza vão da conta de pagar uma faculdade boas as faculdades federais foram criadas para quem tem menos condições e nao para os magnatas do nosso país

  • quinta-feira | 15/05/2014 | Misael

    Pelos seus comentários fica bem evidente que você está numa posição privilegiada, portanto, faz das vezes esta opção caridosa de ter dó dos "menos favorecidos". É justamente isso que a lei fomenta: a idéia de que brancos são melhores. Até quando vamos ter que conviver com estas comparações imbecis, de que cor é atrito de ser humano. O mais justo é admitir que ninguém é melhor do que ninguém. Enquanto houver cotas, haverá concorrência, neste caso, de cor!

  • terça-feira | 08/04/2014 | Talita Santana Da...

    Maria, as cotas são para dar oportunidades, o diploma é por mérito. Não interessa se o médico cursou por sistemas de cotas ou não, e sim q os dois tiveram a capacidade para concluir o curso com êxito. O que você falou a respeito disso foi muita ignorância e preconceito!

  • quinta-feira | 24/04/2014 | Guilherme

    Minha querida quero saber se é justo por acaso uma pessoa que estudou em uma escola pública receber 20 pontos a mais do que os que estudam em escolas particulares , se por acaso um dia seu filho tiver câncer e só uma cirurgia de muito risco puder salvá-lo da morte quem vc escolheria um médico cotista ou um médico MÉDICO ? Que realmente se esforçou para estudar e passar pois é claro que todos concordamos que todos devemos ter a mesma oportunidade e direitos iguais não é ?

  • sábado | 29/03/2014 | Cristiane

    O sistema de cotas é uma alternativa que pode ajudar no atual contexto da educação brasileira, mas não pode ser considerada uma solução. Os alunos de escolas públicas têm a oportunidade de entrarem nas faculdades e universidades através do sistema de cotas, mas infelizmente eles entram sem terem passado por um sistema de educação básica realmente eficiente. Sendo assim, esses alunos entram no ensino superior sem a capacitação necessária. É preciso investir na educação básica pública de tal forma que os alunos saiam do Ensino Médio altamente capacitados para entrarem em uma universidade pública competindo pelas vagas nas mesmas condições dos alunos das escolas particulares.

Brasil Escola nas Redes Sociais