Cadastre-se

O mundo, você e o trabalho

quarta-feira, 30 de abril de 2008 às 12h26 - Por Camila Mitye

Brasileiro que é brasileiro adora um feriado. Se for “emendar”, então? Melhor ainda. Amanhã, para a alegria do Brasil, temos mais um feriado em 2008: O dia do Trabalho. Do trabalho, do trabalhador, o que interessa é que é feriado, né? Mas que tal analisar este, que é o motivo de nossas vidas? Pois é por um bom trabalho que você hoje estuda tanto.
Para se ter uma idéia da importância do trabalho, em 2006 ele foi tema de redação da prova de vestibular da Fuvest, que seleciona alunos para a USP, uma das melhores universidades do país. Parece até fácil fazer uma redação sobre um tema “simples” como este, mas, você já tentou? Se tentar vai ver que não é tão simples assim.

O trabalho, além de ser a razão pela qual lutamos na vida (como dito acima), é, como muitos dizem o que “engrandece a alma”. Com ele, o homem “dá sua contribuição à sociedade”. Chavões à parte é preciso entender que a cada primeiro de maio, quando se comemora o dia do trabalho, as formas de praticá-lo, de encará-lo e de ver o trabalhador mudam.

Mas, se todos os dias, milhões de pessoas no mundo acordam cedo, vão para o trabalho, voltam para casa e, no fim do mês, recebem seus salários, o que tem de novidade nisso? As mudanças são implícitas. Estão nas novas profissões que surgem a cada dia com as exigências do mercado e em outras que simplesmente deixam de existir, por tornarem-se obsoletas. Estão também nos próprios trabalhadores, que atualmente não possuem mais idade ou sexo. O que o trabalho exige deles, acima de tudo, é a capacidade de se adaptar às constantes mudanças do mercado e de se atualizar sempre.

Pesquisas mostram que há pouco espaço hoje em dia para pessoas que possuem apenas o ensino fundamental (estudaram até a 4ª). A tendência, dizem os especialistas, é este limite estender-se àqueles que possuem apenas o 1º grau completo (até a 8ª série) em poucos anos. Isso mostra a necessidade de um maior grau de instrução dos empregados e como as pessoas com pouco estudo estão sendo “descartadas” do mercado.

Por essas e por outras é que os jovens ficam tão malucos no momento de escolher a profissão. Os pais pressionam de um lado, os professores de outro e, na cabeça do adolescente, acaba entrando a idéia de que precisa escolher uma profissão que lhe traga “tranqüilidade financeira”. Olhar a profissão pelo dinheiro que ela lhe provirá e não pelo prazer ou pela sua capacidade, é comum atualmente. Afinal, os jovens não querem para si um futuro que talvez vislumbrem dentro da própria casa, vendo a situação de pais desempregados ou “descartados” do mercado.

Buscar um trabalho, encontrar a vocação, se realizar em uma atividade, ganhar dinheiro, cansar de trabalhar e, por fim, querer a aposentadoria. Essa parece ser a perspectiva mais buscada pela sociedade contemporânea. Mas tudo isso depende de muito esforço, dedicação e, coincidentemente, trabalho. A dica é para que você não procure “o” trabalho, mas sim, o “seu” trabalho, seja ele em qual área for. E o dinheiro? Bem, ele acompanha aqueles que são bons no que fazem. Então, seja bom!

Leia, analise, discuta e escreva!

O trabalho de arte é um processo.
Resulta de uma vida. Em 1501,
Michelangelo retorna de viagem a
Florença e concentra seu trabalho artístico
em um grande bloco de mármore
abandonado. Quatro anos mais tarde fica
pronta a escultura “David”.
(Adaptado de site da Internet)

“A origem do termo português trabalho remete-nos ao latim tri-palium, que designava um instrumento de três estacas destinado a manter presos os bois ou os cavalos difíceis de ferrar. A palavra também latina labor designa, simultaneamente, o trabalho e o sofrimento. O trabalho exprime, com efeito, na sua origem, a servidão do homem que só consegue sobreviver na natureza à custa de um esforço doloroso.” (retirado de trecho do texto “A transcendência do trabalho”, do site do Jornal Opção).

Que tal escrever sobre o trabalho? Você pode utilizar o post do blog e os dois trechos acima (o primeiro foi retirado do tema da Fuvest de 2006) e redigir uma Dissertação sobre um assunto. Escreva sobre a importância do trabalho para você!

Veja também:
A origem do Dia do Trabalho e sua comemoração no mundo.







Receber respostas por email


  • domingo | 18/01/2009 | Michele

    Sem dúvida o trabalho dignifica a vida do ser humano. porém nao concordo que "se você se dedicar, vai conseguir o que deseja".Já viu a realidade social e economica do nosso país?Há emprego para todos?Os que desejam cursar o técnico, a faculdade, realmente consegue ou é privilégio de poucos?O trabalho para muitos é para a sobrevivência, e para poucos, poucos mesmo é para satisfação pessoal.Onde trabalho nessa semana vamos discutir com os adolescentes "o que é trabalho para você" procurando identificar quais as expectativas deles para o futuro, como o trabalho dos que residem com eles afetam na vida deles, entre outras coisas...Valeu pelo espaço!!!

Brasil Escola nas Redes Sociais