Cadastre-se

Bolsa de estudo no Brasil para estrangeiros

PEC-G oferece bolsas de estudo para jovens de países em desenvolvimento.

Por Adriano Lesme
 


Este texto é direcionado aos milhares de usuários estrangeiros que acessam o Brasil Escola todos os dias, principalmente pelo interesse em estudar no Brasil. A maioria é natural de países africanos que têm o Português como língua oficial, como Angola e Moçambique, mas também é comum que naturais dos demais países sul-americanos busquem a formação superior nas universidades brasileiras.

A maneira mais comum dos estrangeiros conseguirem vaga em universidades brasileiras sem a necessidade do vestibular tradicional ou Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é através do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) do Ministério da Educação (MEC).

O PEC-G concede bolsas de estudo no Brasil para estrangeiros com idade entre 18 e 25 anos, com ensino médio completo. Os candidatos devem ser cidadãos de países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordos educacionais e culturais. Veja abaixo os países participantes do PEC-G:

África: África do Sul, Angola, Argélia, Benin, Cabo Verde, Camarões, Costa do Marfim, Egito, Gabão, Gana, Mali, Marrocos, Moçambique, Namíbia, Nigéria, Quênia, República do Congo, República Democrática do Congo, São Tomé e Príncipe, Senegal, Tanzânia, Togo e Tunísia.

América do Norte e Central: Antígua e Barbuda, Barbados, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, República Dominicana e Trinidad e Tobago.

América do Sul: Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Venezuela e Uruguai.

Ásia: China, Índia, Líbano, Paquistão, Síria, Tailândia e Timor Leste.

O interessado deve provar que é capaz de custear suas despesas no Brasil, ter certificado de conclusão do ensino médio ou curso equivalente e proficiência em língua portuguesa, no caso dos alunos de nações que não fazem parte da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O processo seletivo do PEC-G é realizado anualmente, com inscrições no final do primeiro semestre, nas missões diplomáticas brasileiras ou repartições consulares. Na inscrição, é necessário apresentar histórico escolar e Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras). Os candidatos de países que não aplicam  o Celpe-Bras, após a Seleção do PEC-G, serão submetidos ao curso de português do Celpe-Bras.

A seleção do PEC-G é rigorosa e realizada por docentes e técnicos das instituições de ensino superior (IES) brasileiras participantes do programa. Eles analisam o histórico escolar do candidato e adequação do currículo do ensino médio ao(s) curso(s) de graduação pretendido(s). O resultado é divulgado em dezembro.

Os estrangeiros selecionados pelo PEC-G, principalmente os oriundos de países africanos, também podem concorrer a uma bolsa no valor de um salário mínimo. O Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes) visa cooperar para a manutenção dos estudantes durante o curso, já que muitos vêm de países pobres. Os interessados devem estar regularmente matriculados em universidade credenciada do PEC-G e ter bom desempenho acadêmico.

Mais informações no sítio do PEC-G, no sítio do Promisaes, pelo e-mail pecg@mec.gov.br ou, ainda, telefone (61) 2022-8177 (o código do Brasil é 55).

Unila e Unilab

Em 2010, foram criadas duas universidades federais voltadas para a integração de alunos brasileiros e estrangeiros: a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

A Unila oferece vagas para estudantes de todos os países da América do Sul, com exceção das Guianas, por questão do idioma. A seleção dos estudantes estrangeiros é realizada pelo respectivo Ministério da Educação ou órgão correlato dos seus países.

A Unilab possui parceria com Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Os estudantes desses países devem se inscrever no vestibular, pelo sítio da Unilab, e entregar os documentos exigidos na Embaixada do Brasil localizada em seu país.







Receber respostas por email


  • sexta-feira | 19/09/2014 | Antonio Gon&cc...

    preciso muito desta bolsa para mim poder alcançar os meus objectivo . eu ja estou com ensino medio feito agora preciso entrar para a faculdade razão pela qual necessito desta bolsa

  • sexta-feira | 19/09/2014 | Antonio Gon&cc...

    preciso muito desta bolsa para mim poder alcançar os meus objectivo . eu ja estou com ensino medio feito agora preciso entrar para a faculdade razão pela qual necessito desta bolsa

  • sexta-feira | 19/09/2014 | Antonio Gon&cc...

    encontro-momento sem conseguir fazer a universidade por falta de dinheiro preciso muito desta bolda para me poder atingir os meus abjectivos como estudante

  • quinta-feira | 18/09/2014 | Julio da Conce...

    Sou Timor Leste Gostaria de ganhar uma bolsa de estudo para o Brazil

Brasil Escola nas Redes Sociais