Cadastre-se

Enem terá duas edições em 2013

Dilma Rousseff defende o exame e Haddad deixa cargo de ministro da Educação.

tera-feira, 24 de janeiro de 2012 às 15h05

Após a solenidade de comemoração de 1 milhão de bolsas de estudos concedidas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), que ocorreu ontem, dia 23 de janeiro, a presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou que haverá duas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2013.

A presidenta da República afirmou que: "O Enem é a forma mais democrática de acesso do jovem brasileiro ao ensino universitário. O ProUni também teve de ter suas adaptações, suas melhorias. É assim que se faz programa de governo, é com muita humildade. Nós somos humanos, quando tem erro, a gente tende a aprimorar. Ninguém está dizendo que nada é perfeito. Nós melhoramos e vamos melhorar ainda mais. Vamos ter, no ano que vem, duas edições, isso até por sugestão do ministro".

Eram previstas duas edições do Enem para 2012, porém a decisão teve que ser adiada para o próximo ano. O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que essa atitude teve que ser tomara devido às questões que vazaram para um grupo de estudantes do Ceará. Segundo o ministro, os questionamentos judiciais, em especial os do Ministério Público, não dão tranquilidade para que o processo seja aperfeiçoado.

Vale salientar que as medidas para revisão da redação do Enem 2011 podem ter afetado potencialmente no cancelamento da edição que aconteceria nos dias 28 e 29 de abril deste ano. De acordo com o MEC, o governo não tem condições técnicas de disponibilizar as provas corrigidas para todos os participantes, cerca de 4 milhões, e ainda realizar as edições antes planejadas para 2012.

Haddad ainda comparou o Enem ao início do ProUni, há 07 anos. “Se você recuperar as matérias de 2004, existia uma unanimidade contra o ProUni. Todos criticavam, escreviam editoriais, artigos de jornais. A academia não compreendia e os estudantes também não. Hoje, é um programa consolidado. Programas em larga escala exigem tempo de consolidação em que você vai aprimorando até o momento em que supera as dificuldades e passa para outros desafios” – comenta Haddad.

Hoje, dia 24 de janeiro, Fernando Haddad abdicou seu cargo de ministro da Educação para se candidatar à prefeitura de São Paulo. O economista Aloizio Mercadante toma posse do cargo de ministro da Educação ainda nesta quarta-feira.

Veja também:
Correção comentada do Enem 2011
17/01: Professora deixa Enem em branco e tira notas acima do mínimo

Por Guilherme Barbosa
* com informações da Agência Brasil











Receber respostas por email


  • terça-feira | 22/05/2012 | Agildo

    Não entendi como vai funcionar esse novo sistema, duas edições? como vai ser feito? não ficou claro.

  • quinta-feira | 24/05/2012 | Dayse Luan
    1 0

    Olá Agildo, uma das edições será realizada no 1º semestre, em torno de abril, e a segunda no 2º semestre, como já acontece, em torno de outubro ou novembro.

  • sexta-feira | 11/05/2012 | Kelly

    Então que não passar na primeira edição pode tentar na 2º?

  • segunda-feira | 14/05/2012 | Adriano Lesme
    3 1

    Olá Kelly. O Enem não é vestibular, ou seja, não tem lista de aprovados. Você pode participar de quantos Enem quiser, desde que tenha concluído o ensino médio ou tenha mais de 18 anos.

Brasil Escola nas Redes Sociais