Cadastre-se

Notas máximas e mínimas do Enem 2011 são disponibilizadas pelo MEC

Veja também a decisão da Justiça sobre o vazamento das provas de 2009.

23/12/2011 09h26 - Atualizado em 26/12/2011 07h26

O Ministério da Educação (MEC) divulgou no início da noite de ontem, 22 de dezembro, as notas máximas e mínimas obtidas pelos candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011. Veja abaixo:

Provas Menor Nota Maior Nota
Ciências Humanas 252,6 793,1
Ciências da Natureza 265 867,2
Linguagens e Códigos 301,2 795,5
Matemática 321,6 953
Redação 0 1000

Por meio dessas notas os estudantes podem avaliar se a pontuação que obtiveram foi boa ou não, em cada uma das áreas de conhecimento avaliadas. As áreas nas quais houve melhores resultados foram de Matemática e Ciências da Natureza, já os piores desempenhos ficaram com Linguagens e Códigos e, novamente, Matemática.

O cálculo das notas é feito através da Teoria de Resposta ao Item (TRI), com exceção da redação, que é corrigida por dois corretores. Essa foi a única das provas em que houve a nota máxima, 1000, e mínima, 0.

Metodologia

A pontuação do Enem não é feita através do número de acertos. O TRI avalia cada questão de acordo com o grau de dificuldade, o poder de discriminação e a possibilidade de acerto no caso de chute. Assim, cada pergunta possui uma pontuação. Uma questão, ou item, em que muitas pessoas acertam terá uma pontuação baixa, enquanto aquela onde poucos acertam vale mais.

É por isso que dois candidatos podem ter acertado o mesmo número de questões e terem notas diferentes, ou ainda, um estudante possuir o mesmo número de acerto em provas de áreas distintas e a pontuação ser desigual entre elas.

Enem 2009

Também ontem, a Justiça Federal divulgou a decisão em que condena o Consórcio Nacional de Avaliação e Seleção (Connasel), responsável pela aplicação do Enem 2009, a pagar R$ 73 milhões aos cofres públicos pelos danos gerados pelo vazamento das provas naquela edição.

O valor será devolvido ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). O consórcio têm cinco dias para pagar a dívida ou garantir sua quitação, sob pena de penhora de bens. Porém, ainda cabe recurso.

As provas do Enem 2009 foram roubadas dentro da gráfica que as estavam produzindo. O exame foi cancelado às vésperas de sua aplicação. O MEC teve que contratar outra empresa, em caráter emergencial, para a produção dos testes que foram remarcados, o que gerou os prejuízos.

Veja também:
21/12 - Sisu ofertará mais de 108 mil vagas em universidades públicas para 2012
Ficou feliz com sua nota no Enem 2011? Comente!

Por Dayse Luan









Receber respostas por email


  • terça-feira | 27/12/2011 | kanny

    gostei da divulgação!

  • terça-feira | 27/12/2011 | caio

    muito bom!!!

Brasil Escola nas Redes Sociais