Cadastre-se

Ciências Econômicas

Por Gabriele Pires Alves
 


Economista auxilia a manutenção do patrimônio

O curso de Ciências Econômicas tem como finalidade gerar um profissional capacitado para atuar frente à economia em expansão. O mercado é muito abrangente e tende a ficar ainda mais devido à procura por investimentos estrangeiros.

Setores da economia exigem políticas diferenciadas e o economista trabalha a fim de atender às necessidades particulares de cada campo. Para isso, é necessário desenvolver a capacidade de empreendedorismo e análise de questões, propondo soluções no âmbito econômico, gerencial, organizacional e operacional.

No mercado financeiro o economista pode atuar na bolsa de valores ou realizar pesquisas sobre indicadores econômicos. Também pode trabalhar com assuntos ligados à produção de bens e serviços, ajudando a estabelecer, desenvolver e conservar posses.

É possível operar no planejamento do capital em instituições públicas e privadas e, ainda, negociar com blocos econômicos estrangeiros na esfera internacional. O estudante tem a chance de unir os números com prudência social ao desenvolver boa formação tanto na parte de exatas quanto na área de humanas.

O curso adota disciplinas como Matemática Financeira, Introdução à Economia, Introdução às Ciências Sociais, Estatística, Cálculo, Economia Monetária, Contabilidade, Teoria Macroeconômica, Teoria Microeconômica, Economia e Comércio Internacional, Economia do Setor Público, Análise de Demonstrações Financeiras e Teoria Geral da Administração.

Instituições de ensino

Região Centro-Oeste
Distrito Federal: UNB, Uniplan.
Goiás: UEG, Alfa, UCG, UFG, Unianhanguera.
Mato Grosso: UFMT, UNEMAT.
Mato Grosso do Sul: UFMS, UEMS.

Região Nordeste
Alagoas: UFAL, UNEAL.
Bahia: UFBA, Uesb, UESC, UCSal, UEFS.
Ceará: Unifor, URCA, UFC.
Maranhão: UFMA.
Paraíba: UFPB, UFCG.
Pernambuco: UFPE, UFRPE.
Piauí: UFPI.
Rio Grande do Norte: UFRN, UERN.
Sergipe: UFS.

Região Norte
Amazonas: Uninorte, UFAM.
Acre: UFAC.
Amapá: Ceap.
Pará: UFPA; Unama.
Rondônia: UNIR.
Roraima: UFRR.
Tocantins: UFT.

Região Sudeste
Espírito Santo: UFES.
Minas Gerais: PUC-Minas, Unimontes, UFSJ, UFJF, UFV, UFMG, UFU, UFVJM, Unimontes, Unifal.
Rio de Janeiro: UFF, UCP, Moraes Junior, UERJ, UFRJ, PUC-Rio, UFRRJ, Unirio.
São Paulo: Unesp, Imesb, Unaerp, UFSCar, USP, PUC-Campinas, Unicamp, PUC-SP, Mackenzie, UFABC.

Região Sul
Paraná: UFPR, PUC-PR, UEPG, UEL, UEM, Uniuv, Unila, Unicentro.
Rio Grande do Sul: Ulbra, UFP, UFSM, Unisinos, FURG, PUC-RS, UFRGS, Unipampa.
Santa Catarina: Furb, UFSC, UDESC, UnoChapecó.

Cursos mais concorridos *

Universidade Candidato/vaga Vagas
Unicamp 23,4 70
UFRJ 19,13 100
Unesp 14,4 50
UFOP 13,4 35
USP 11,57 590
Udesc 9,03 40
UESB 8,40 40
UFAC 7,74 50

* Dados do Vestibular 2011, considerando vagas totais ou do sistema universal. Os cursos que oferecem menos de 30 vagas são desconsiderados.









Receber respostas por email


  • terça-feira | 04/03/2014 | Júnior

    Olá, Em Santa Catarina também falta a UnoChapecó

  • quarta-feira | 09/04/2014 | Jessica Gonçalv...
    0 0

    Olá! Obrigada pela informação, já atualizamos.

  • quarta-feira | 18/09/2013 | Bruna

    Em RS tá faltando a Fargs (Esade) que também tem o curso de Economia.

  • sexta-feira | 20/09/2013 | Adriano Lesme
    1 0

    Olá. Nós não informamos todas, apenas as principais.

Brasil Escola nas Redes Sociais