Cadastre-se

Engenharia Naval

Por Marla Rodrigues
 


Este engenheiro realiza o projeto e acompanha a construção de navios

É a área da engenharia capaz de construir e dar manutenção em embarcações e seus equipamentos. O engenheiro naval projeta toda a estrutura dos navios. Para fazer isso, ele considera o fim a que se destina o navio, barco, lancha ou submarino; a quantidade de carga e de passageiros; a distância a ser percorrida e o local aonde vai navegar: mar, rio ou lago.

Esta profissão é responsável por coordenar e participar de todo o processo de fabricação dos navios e verificar a matéria-prima utilizada para este fim. Além disso, ele pode cuidar do tráfego e das comunicações do transporte marítimo e fluvial.

Mercado de trabalho

As melhores vagas para este profissional estão nas empresas de exploração de petróleo, como a Petrobras. Há esperanças de que o mercado se expanda cada vez mais, já que o governo tem investido em logística por meio do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC. Por razões históricas o transporte de mercadorias é feito há anos principalmente em rodovias, mas a tendência é que isto mude já que o transporte marítimo e fluvial é mais econômico e ambientalmente responsável do que o transporte terrestre. Com as medidas governamentais o número de contratações de engenheiros naval deve aumentar para atuar em projetos, supervisão, inspeção, planejamento e gestão de operações. Os recém-formados podem trabalhar em escritório de projetos e em empresas que certificam a regularidade das construções navais.

Este profissional pode:

- Projetar e coordenar a construção e manutenção de embarcações como navios, barcos e lanchas;
- Planejar o embarque, transporte, desembarque e armazenamento de produtos do comércio marítimo e fluvial;
- Desenvolver tecnologias para submarinos, plataformas flutuantes e robôs de exploração submarina e
- Projetar e construir plataformas marítimas e tubulações para transporte de petróleo.

O curso

O currículo desta habilitação é igual ao de todas as outras engenharias nos dois primeiros anos do curso, mas nos três últimos anos é voltado para a área escolhida e suas principais disciplinas são desenho técnico, mecânica geral, estrutura e propriedade de materiais, sistemas de transporte aquaviário, cálculo, logística de transportes, geomorfologia fluvial, hidrodinâmica, termodinâmica, arquitetura naval, portos e oceanografia. O curso também é conhecido como Construção Naval.

Instituições

Região Nordeste
Pernambuco: UFPE

Região Norte
Amazonas: UEA (Construção Naval), UniNorte (Construção Naval), ULBRA (Construção Naval).
Pará: UFPA.

Região Sudeste
Espírito Santo: UVV (Construção Naval)
Rio de Janeiro: UFRJ, UEZO (Construção Naval)
São Paulo: USP.

Região Sul
Rio Grande do Sul: FURG
Santa Catarina: UFSC, UniVali (Construção Naval).









Receber respostas por email


  • segunda-feira | 19/05/2014 | João

    Provavelmente o post está morto mas não custa tentar né. Queria saber se as vagas pós faculdade no Amazonas são boas, por exemplo, queria prestar vestibular para Engenharia Naval aqui em Manaus na UEA se passasse e conclui-se com êxito, a oportunidade de emprego aqui será grande devido ao fluxo de barcos etc? Fiquei meio em dúvida já que aqui predominam barcos 'regionais', até e abraços.

  • terça-feira | 20/05/2014 | Dayse Luan
    0 0

    Olá João, essa questão é muito específica. Tente obtê-la com os profissionais da região ou com os professores do curso.

  • segunda-feira | 06/10/2014 | Franz
    0 0

    Oi João! Realmente tens razão quanto ao fluxo, porém as maioria das embarcações são regionais é de construção artesanal. Limitando o mercado local, vejo que com a implantação da escola de engenharia naval da UEA, o mercado se torne mais favorável. No entanto tem poucos estaleiros que se possa ver como um bom local pra exercei a profissão e a demanda e pouca, pois não há uma costume de se encomendar a um estaleiro e sim a um construtor artesanal, devido ao material construtivo, rapidez, valor e acessibilidade profissional. Mas acredito que a melhor forma de interação seja você conhecer um pouco sobre a cidade, os rios e principalmente o polo naval da região.

  • segunda-feira | 09/12/2013 | Giovanna Carol...

    Aqui em Joinville, na Centro de engenharias da mobilidade da Ufsc, também é oferecido o curso de engenharia naval!

Brasil Escola nas Redes Sociais