Cadastre-se

UFCG divulga 1ª chamada da lista de espera do Vestibular 2013/1

Novos selecionados deverão efetuar matrícula nos dias 16 e 17 de abril.

quarta-feira, 10 de abril de 2013 às 15h43
 

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) publicou na tarde desta quarta-feira, 10 de abril, a primeira chamada da lista de espera do Vestibular 2013/1. O resultado do processo seletivo foi divulgado no dia 22 de março, com 3.115 candidatos aprovados em 67 cursos com início no primeiro semestre.

1ª chamada da lista de espera da UFCG

O cadastramento dos novos classificados será realizado nos dias 16 e 17 de abril, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h, nos campi de Campina Grande, Cajazeiras, Cuité, Patos, Pombal, Sousa e Sumé, nas unidades e blocos indicados no Edital de Matrícula. Os calouros deverão levar o original e cópia dos seguintes documentos:

•  Certificado de conclusão do ensino médio (2º grau) ou curso equivalente, ou diploma de graduação em curso superior;
•  Identidade e CPF;
•  Título de eleitor para maiores de 18 anos, com comprovante de presença na última eleição;
•  Prova de quitação com o serviço militar, para homens maiores de 18 anos;
•  Certidão de nascimento ou de casamento;
•  Comprovante de residência.

Também há documentação específica para candidatos cotistas, as quais podem ser consultadas no Edital de Matrícula. As próximas chamadas do Vestibular 2013/1 serão divulgadas nos dias 24 de abril, 08 e 22 de maio e 03 de junho.

O critério único de seleção do Vestibular 2013/1 foi o desempenho na edição de 2012 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Somente candidatos ao curso de Design fizeram um teste de habilidades específicas (THE) em 14 de outubro, e os que foram reprovados concorreram para o curso de segunda opção.

Os interessados em ingressar no segundo semestre deverão se inscrever no Vestibular 2013/2, que oferecerá 1.600 vagas em 35 cursos de graduação. O critério de seleção também será o Enem 2012 e quem se inscreveu no Vestibular 2013/1 não precisará pagar outra taxa de inscrição.

Por Adriano Lesme











Receber respostas por email


Brasil Escola nas Redes Sociais